segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Gatos na Coleira.

Pois é. Quem já me conhece há mais tempo sabe que eu costumava descer com alguns dos meus filhos pra passear e tomar um solzinho. Na coleira, eles guiando o passeio, olhando os matinhos, insetos, flores. Felizes da vida.

Acontece que nunca mais eu pude fazer isso. Os donos de cães daqui são uns mal educados e deixam seus cães soltos, sem guia, sem nada. Resultado: um barraco homérico com graves consequencias pro cão do cara. O cara não teve graves consequencias porque pulou o muro e eu errei a primeira pancada com o taco de beisebol que já era obrigada a carregar pra andar com a minha (agora) mais velha.

O pior mesmo é escutar as batatadas: O que esse gato está fazendo de coleira na rua? Lugar de gato é em casa! Ah, meu cachorro tá solto, leva o gato pra casa! e outras imbecilidades afins. Coisa de gente bem baixo nível mesmo, que acha que é dona do mundo e os outros que se danem...ou andem com o taco que eu andava.

Acontece que eu acho que matei o pit bull que atacou minha filha - ele uma semana depois da porrada partiu - e nunca mais vi o dono. Fiquei me sentindo a porcaria da porcaria por ter matado o bichinho, embora o vet que o tenha atendido tenha me dito que ele morreu porque andava solto e comeu algo que o intoxicou - não foi chumbinho. Não saí mais com meus bebês, apenas pra shoppings como o Downtown e Rio Design, que obrigam os donos de cães a serem civilizados.

Vamos combinar? Porque os cães tem direito ao sol e à alegria de um passeio e os nossos não?

Alguém aí passeia com os seus? Não é difícil ensinar, aqui foi relativamente simples.

16 comentários:

Mima disse...

oooi. eu tenho um gato castrado mas que adora pôr o pezinho na rua. ja achei ele no terreno baldio a duas casas do meu predio. desse dia em diante numca mais ele saiu sem supervisão minha. a coleira foi uma otima altenativa.no inicio foi engraçado pq ele caminhava como se estivesse cagado mas hoje ele pede para passear. alguns moradores da rua já nos conhecem em função dos passeios. hehe muita gente passa e diz : oooolha um gato de coleira. como se isso fosse total estranho ou ele fosse um et com tres cabeças. hehe não se sinta excluída !! beijos e ronrons ;*

Ms. Anabela disse...

Oi Mima!!!

Hoje à noite lembrei do post que escrevi...Estava tentando fazer caminhada sozinha, mas as pessoas estavam com seus cães soltos. Todos cães que conheço, mas um deles não me deixava em paz e quase comeu meu iPod.

Fala sério. E ainda passei de reclamona!

Vc mora em que cidade?

beijos e ronrons mil!

Danielle disse...

MOrro de vontade de fazer isto... quem sabe não testo na Aranel... A Melwa não vai de jeito nenhum! Mal sai da caminha aquela preguiçosa! :D

bjim

Mima disse...

o mais interessante é deixar o gatuno de peitera dentro de casa pra acostumar. depooooois acopla a coleira e permanece dentro de casa. primeiro ensaia no corredor e volta. depois que caminhar bem no corredor e ele quiser sair, bora pra rua.
:D


eu moro em Porto Alegre, RS. o meu gatao adora comer verdinhos dos canteiros. ele tem o lugarzinho predileto hehe quando tem cachorros na mesma calçada vejo a reaçao dele. se nem der bola beleza mas se ficar todo arrepiado como um pinheiro pego no colo e espero o canino passar. as vezes os cachorros nao dão bola mas se dão seguro ele. acho que a rua é democratica e todos tem direito ao passeio.
beeeijos e ronrons ;*

Ms. Anabela disse...

Viu, Dani? Segue a dica da Mima.

Agora, Mima, veja bem: aí vc em POA lida com gaúcho. Aqui eu lido com carioca da Barra da Tijuca....aqui é mto complicado eles acharem que outra pessoa tem direitos tb. :-/

Beijocas pras duas!

Natacha Calazans disse...

Ola.
Conheci o blog na comunidade GATOS.. estou adorando...

Gostaria de dizer que eu passeio um pouco com meu gato também =D Ele adora rolar na calçada.. volta todo sujo...
E os matinhos que crescem nas frestas do cimento, ahh, sao como banquetes, hahaha

Beijos e valeu por todas as dicas do blog

Ms. Anabela disse...

Oi Natacha!
Manda uma foto dele na calçada, conta uma história engraçada!! Participa aê, menina! Nosso email tá ali na coluna da direita.

Beijos

Gisele disse...

Oi...

Adorei o post. Morro de vontade de andar com as minhas filhotas na rua.. (tenho 4 gostosas gatas) mas não tinha idéia de como.. pensei em usar aquela coleira peitoral mas não achei uma pro tamanho da minha Preta Maria (ela tá precisando de exercícios)... e tinha medo de usar coleira normal, aquela de pescoço com medo de ela se enforçar sabe.. mas depois de ler aqui que É POSSÍVEL... vou tentar.. assim que conseguir mando notícias!

Beijos meus e Ronrons das minhas Marias... (Maria Rosa, Maria RIta, Maria João e Preta Maria)

,, disse...

Meninas, minha filha achou uma gatinha filhotinha na rua e trouxe pra casa. Tenho uma cocker que no início ficou enlouquecida, mas depois de 1 semana já tava bem. A inensão era castrar e doar a gatinha, mas ela ja conquistou o coração de todo mundo. Nunca tive gato, então preciso de alguns conselhos: Moro em ap, tem um jeito de não deixar ela subir nas janelas ou parto logo pra tela? Cortar unha ou comprar arranhador? Gato toma banho? Com a caixinha de areia foi tudo ok, e ela aprendeu rapidinho onde fica a comida dela e a do cachorro também, rsrsrs. Comprei uma coleirinha pra ela ir acostumando e quero ver se consigo levar ela passear daqui a uns tempos.

Ms. Anabela disse...

tem um jeito de não deixar ela subir nas janelas ou parto logo pra tela? - Telaaaaaaaaaaaaaa!! Se vc mor ano Rio, liga pra Stampa, diz que viu o nome no blog, fala no meu nome... Vê se rola um desconto, parcela.

Cortar unha ou comprar arranhador?
- os dois. Compra o cortadorzinho e vê no youtube "trimming your cat nail".. se vc não souber inglês, vai pelas imagens que é tranquilo!

Gato toma banho?
-água morna e eu uso Phebo Odor de Rosas contra as pulgas. Bizarro, mas verdade. :P

Sore a coleira, CUIDADO com os donos de cães..sei que vc tem um, mas sacumé... a gente cuida, os outros..nem tanto.

beijos

,, disse...

Obrigada Ms.Anabela. Eu não me arrisco a cortar a unha dela sozinha, nem morta!!!! rsrsrsrs
Esse feriado levamos um baita susto com aquela danadinha, que tava andando no varal externo. E olha que a gente cuida um monte com as jaelas, mas é igual criança, um segundo de descuido e puft. Vou hoje correndo fazer orçamento de tela, mas vou ter que chorar desconto por aqi mesm, porque moro em Curitiba.
Banho também, não me arrisco. Não sou lá muito jeitosa e o único banho que dei no meu cachorro foi um experiência um tanto traumática, rsrsrs Já tenho um pet ótimo e super de confiança, que levei ela pra cortar a unha. Vou providenciar um arranhador tb. Eu coloquei uma coleirinha nela pra ela ir se acostumando. A intensõa nem é sair psseando com ela, mas colocar uma plaquinha de identificação com meu telefone. Fico mais tranquila.
Valeu mesmo.
Bjs
Andrea

Jamille disse...

Olá, adorei o blog e o post.
Tenho uma filhotinha de 8 anos que vai fazer a primeira viagem pra um condomínio fechado perto da praia. Como tenho medo de perder meu baby, pensei em colocar uma coleira de peitoral junto daquela que prende que tem vários metros..
pra ela poder se sentir solta, mas sem o risco de se perder.
Ahh, lembrando que não tem segundo andar na casa, ou seja, n tem risco dela pular e se enforcar...

O que acham da idéia?

Mariana (mariana_os@ymail.com) disse...

Olá, eu também tenho o mesmo problema. O pior de tudo é que o meu é um cachorro! Quase não vou mais à rua por causa de medo de ter brigas. Além dos de rua, tem os de donos irresponsáveis. O meu cachorro é muito educado, não puxa, não provoca, não corre atrás de gato(na verdade ele se dá mto bem cm os meus gatos). Mas também tenho gatos e até pensei em treiná-los, mas só com a experiência que tive com meu cachorro, já desisti!
Obs: meu cachorro é grande, então não eh medo do meu sair perdendo numa briga...é consciencia.

Anna disse...

Mari, vou cantar uma música pra ti!
"Se todos fossem iguais a vc... que maravilha seria viver!" :)
beijos!!

Paula disse...

Eu passeio com meu gato na calçada em SP e as vezes tento levá-lo na praça, mas infelizmente passo pelo mesmo que vc, os donos de cães não estão nem aí e os deixam soltos o que, geralmente, me obriga a terminar o passeio em pouquíssimos minutos, ou segundos...

A. disse...

Paula, nao sei em SP, mas no Rio é proibido cachorro sem coleira, é chamar a polícia e eles sao obrigados a pôr de volta. Mas, por seguranca, melhor encurtar o passeio.