sábado, 19 de dezembro de 2009

Mensagem de Boas Festas!

Para os cristãos, mais um ano termina. Árvores de Natal, presentes. Tempo de Amor e Paz.

E também é tempo de férias. A hora em que alguns esquecem que são pais, guardiões de seres de outra espécie e simplesmente os descartam. Jogam na rua para passarem frio, fome, saudade, abandono. Largam na casa de qualquer um para não terem que esquentar a cabeça, sem saber se serão bem tratados, se sentiram a falta deles. Deixam em casa com muita comida e água e vão embora.

Que cristãos são esses? Que seres humanos são esses? Porque pais e guardiões não são. Pra mim, não se classificam sequer como seres humanos. Mas não é esse tipo de gente que vem ao MdF. Vou continuar falando para os pais. :-)

Há várias opções para a gente. A primeira e óbvia: hotéis que permitam a hospedagem deles. Mas também há os cuidadores, que vem à casa para dar comida, brincar e fazer carinho. Lógico que é um profissional que tem que ser super recomendado, primeiro porque vai ficar com seus filhos, segundo porque vai entrar na sua casa.

Há a opção dos hotéis pet e de pessoas que transformam suas casas em hotéis nessa época do ano - idéia que saiu na Gatoca. Pesquise bem porque hotéis fazem bons pacotes e sempre dá pra conferir se é bom. Aquele amigo que tem gatos também pode ficar com seu filho, desde que seu filho seja vacinado e os filhos dele sejam saudáveis.

Me chamam de maluca, mas eu telefono pros meus. Quando viajo, o pai deles geralmente fica com eles, mas eu ligo e peço pra abrir a secretária eletrônica. Falo e fica aquela galera em torno do aparelho. João já tentou mamar o aparelho, Tomás tentou me tirar lá de dentro. É um treco resistente, não há dúvidas. É bom ter em mente que eles podem tacar a secretária no chão, fazer xixi nela.....sabem como é a revolta felina. Se você tiver um aparelho desses, pode combinar com o cuidador e fazer isso. Não esqueça de deixar uma camisa superusada pra eles. Não fique muito tempo fora, viagens de mais de um mês são um terrível sofrimento. Lembrem: vocês podem ligar a TV, sair. Eles só têm vocês.

Tenham boas festas e não esqueçam: seus filhos também merecem férias e festas felizes!

PS: o felino da foto foi abandonado pela família - nas Filipinas - porque eles arrumaram outro pet. Ficou à própria sorte, doente e triste. Um vizinho ficou tentando achar um abrigo pra ele. Não sei se teve sucesso.

6 comentários:

Lady Skull disse...

É, as pessoas são hipócritas. Falam maravilhas da boca pra fora, são cheias de exemplos de civilidade na ponta da língua, mas quando vemos como tratam de animais: cães, gatos, pássaros e etc é que vemos a real personalidade da pessoa!
Eu só fico amiga das pessoas depois que descubro como elas tratam os animais. Não dou chance mesmo.

E oh my god! o gatinho da foto tá com fungo!!

Dona Mila disse...

Aqui em casa nunmca mais rolou viagem da família humana toda. Sempre fica um voluntário cuidando dos filhotes felinos. Pra quem não tem meeeesmo essa opção, e ainda tem que ir visitar alguma tia doente (acontece, né?), uma opção são as clínicas que separam um canil pra hospedagem. Mas tem que saber se eles ficarão trancados, se a clínica é de confiança...

Já sei que também serei babá nos meus plantões natalinos. Com direito a passeio, colo e brincadeiras.

Feliz Natal!

ilka disse...

eu deixei de ir prá praia esse ano, tudo grátis... ia ficar uma semana fora, não aguento!

malicursi disse...

Bem lembrado, Meninas...

triste o destino do bichinho que cai na mão de um ser humano destes...

eles dependem de nós, Gente...nunca se esqueçam...

Fátima disse...

Fico feliz por saber que há mais pessoas a sentirem os seus gatitos como filhos. Há muito que não faço férias e raramente fico fora de casa, nunca mais do que uma noite, mas não sinto a falta disso, porque o amor, o carinho e a companhia dos meus seis meninos e meninas compensam-me. Passei a noite de Natal em casa de familiares, mas dia de Natal, logo de manhã, voltei para casa. E mal sentiram o carro a estacionar, lá vieram espreitar aqueles seis pares de olhitos doces, prontos para me receberem. A vida sem eles, seria um imenso vazio.

Anabela disse...

Pois é, meninas...o gatinho da foto foi esse abandonado em Cingapura. Mas tb, vamos combinar que a Ásia é uma coisa horrorosa no que tange a trato de animais.

Sobre deixá-los sozinhos, somos mães, não somos donas. Isso já explica. ;-)

Beijos