domingo, 14 de fevereiro de 2010

Carnaval!

Pois é. Sou uma carioca atípica. Detesto Carnaval e tudo que a ele se refere. De menina até adulta, saía na Banda de Ipanema, tenho foto com o falecido Albino e toda a turma. Mas, de quma hora pra outra, vi que a Banda não era mais a banda que eu frequentava e nunca mais saí. Depois foi o Simpatia, que também deixou de ser o simpatia. Aí acabou Carnaval pra mim.

Bom, e nós com isso?

Vou explicar. Carnaval é uma época complicada. Pra quem mora em condomínio e acha que pode deixar os filhos passearem, um alerta: nessa época não são só os moradores de sempre que estão por ali. Visitas, gente estranha, tudo isso pode gerar um grave problema para si e para sua família. Certo, no Natal também enche de forasteiro, mas acho que o espírito das duas festas é bem diferente.

Por exemplo, aqui no meu condomínio está simplesmente LOTADO de estranhos. É gente fazendo cantoria à noite, é gente bebendo à beça. Não arrisco deixar meus pequenos colocarem a narina nem na rua, que é fechada e só para a minha casa. Sei lá se algum bate bola, algum doido, resolve transpor o portão? Nem morta.

O veterinário local comentou comigo que nessa época o que tem de animais mortos por gente embriagada ou mesmo tomada por alguma inclinação ruim não está no gibi, isso sem contar os feridos, torturados, etc. Ele diz que essa época põe pra fora o pior das pessoas.

Não é papo de evangélico, nada disso. Inclusive ele é ateu. Mas são mais de 30 anos de experiência. Ele deve saber bem o que está dizendo.

Mães, pais. Neste Carnaval, cuidado dobrado. Por favor! E pra quem gosta, boa folia!

2 comentários:

Gata Lili disse...

Você tem razão! Todo cuidado é pouco... Meu carnaval é dentro de casa mesmo. Em total segurança!

Ms. Anabela disse...

Isquindô indoor! :-D