terça-feira, 14 de junho de 2011

EXTRA, EXTRA!

Duas mães enviaram pra gente o link sobre a síndica de Santana (SP). Bom, um bairro que tem umas fofas como as Senhoras de Santana, vocês podiam esperar o quê, ôxe??


Síndica proíbe gatos em apartamento - 8 de junho de 2011 - link aqui.
    Belle e Sebastian adoram passar o dia cochilando, mas estão sendo motivo de discórdia e de batalha jurídica em um prédio em Santana, na zona norte. É que a síndica do condomínio determinou a retirada dos gatos do apartamento onde vivem com os donos. A alegação é que a convenção do edifício proíbe os moradores de terem animais de qualquer porte. Os proprietários dos felinos estão recorrendo da decisão e lançaram pedidos de ajuda na internet.

    Especialistas ouvidos pela reportagem afirmam que as decisões judiciais referentes ao assunto têm sido favoráveis aos proprietários e que existe um entendimento da Justiça nesse sentido. Isso porque a posição dos animais dentro da sociedade se modificou, além da existência do direito de propriedade.

    Os gatos, que têm um ano, moram desde agosto do ano passado com o veterinário e biólogo Leonardo Peres Cardoso de Andrade, de 44 anos, e o pesquisador Júlio César da Silva, de 29, no Edifício Ana Carolina. Mas somente em maio a síndica foi informada da existência dos animais por um técnico que foi ao imóvel fazer o conserto do cabeamento de tevê.

    No dia seguinte, os donos foram notificados para retirar os animais. Desde então, receberam uma segunda notificação, na qual estava escrito que eles deveriam “dar o devido fim aos dois gatos” e uma multa que vence amanhã.
    “Nosso departamento jurídico já está preparando a ação para acioná-los na Justiça. A convenção tem de ser cumprida. Antes da compra do apartamento, os futuros proprietários são informados das regras”, justifica a síndica, a assistente social Rejane de Albuquerque. A convenção é de 1983.

    Andrade e Silva afirmam que tentaram argumentar que os gatos não fazem barulho e que nunca receberam reclamação dos vizinhos em relação aos animais. “Mas ela está sendo intransigente, se apegando a uma convenção antiga, que não faz mais sentido”, ressalta o veterinário.

    Os donos dos animais afirmam que a posição da síndica é preconceituosa em relação às pessoas que gostam de bichos. Em uma circular enviada aos moradores sobre a presença dos animais, o texto afirma que donos de bichos devem se dedicar a seres humanos. “Dedique o seu tempo livre a uma creche ou asilo. É dando que se recebe amor e carinho de outro ser humano.”

    Rejane afirma que gosta de animais, mas pensa exatamente o que diz o texto. “Em vez de perder tempo com animal, as pessoas podem vir ajudar a resolver os problemas do condomínio ou se dedicar a crianças ou a idosos”, diz ela.

    Andrade, que está recorrendo da decisão na Justiça, argumenta que não pode existir intervenção da síndica dentro do apartamento, uma propriedade privada. “Nós estamos felizes com os gatos, eles também são muito felizes e bem cuidados e não faz sentido esse tipo de conduta na nossa sociedade. Os gatos ficam.”

    Rejane é categórica: “Os gatos vão sair”.

    Mães, alguém aí conhece os dois?  Porque além da convenção do prédio não poder estar acima da Constituição Federal - que afirma não poder privar as pessoas de possuírem coisas - ela está os assediando moralmente e lhes trazendo prejuízos diversos! Pra quem esqueceu, lê aqui ó e relembre como funciona na verdade...

    12 comentários:

    enailuj disse...

    nossa, mas isso é um grande absurdo! no formulário que os moradores do meu condomínio têm que assinar, diz que não podemos ter animais, mas o síndico tem dois gatinhos, então... né. e como vc disse, as regras do condomínio não podem estar acima da constituição. eles não vão ter que se livrar dos filhos (tomara), mas o condomíniobem que podia se livrar dessa síndica...

    Gatos da minha vida: Lola, Lilica, Smigol e Preta disse...

    Que absurdoooo!!! Vou apoiâ-los! Os gatos ficam e pronto!!! Vamos ajudá-los!!! Obrigada pela notícia

    Karen disse...

    Essa senhora certamente é uma ignorante no que se refere ao amor... para dizer que a atenção deve ser voltada somente a crianças e idosos, certamente nunca se relacionou com um animal.

    Tenho horror a gente preconceituosa e pobre de espirito!

    Boa postagem!

    Bjinhos

    Gata Lili disse...

    Essa mulher é uma louca! Que frescura.

    Alice disse...

    Já existe jurisprudência que garante o direito de moradores de condomínios possuirem animais de estimação.
    A síndica está totalmente equivocada. Outra coisa: se ela acha que ao invés de ter um animal de estimação, deveriam ajudar asilos e crianças abandonadas, pergunte a ela se a mesma faz isso! Com certeza não! Esta sendo demagoga! Se os donos dos animais entraram com medida cautelar, vão ganhar com certeza! Outra coisa: a convenção do prédio foi feita em 1983, portanto, antiquada, provavelmente não só em relação à posse de animais. Está na hora de ser vista e revista. Beijos da família Humanos e Peludos

    Daniela Rubro disse...

    No SPTV tem um especialista em condomínio que responde perguntas semanalmente. Ele disse que o síndico não pode proibir ninguém de criar um bicho de estimação no prédio. Ele aconselhou apenas que a castração seja realizada para que o bicho fique mais calminho.

    Repositório disse...

    Essa "coisa" - sim, coisa... não pode ser humana muito menos animal!! - é a mesma que passou no Fantástico querendo restringir gemidos nos atos sexuais dos condôminos. Isso porque quando ela era só condômina e não síndica foi várias vezes advertida pelas gritarias que fazia na madrugada ou outras horas de prazer... humpf!! Humanos...

    Isabela disse...

    É um argumento muito fraco e batido o de que devemos cuidar de idosos e crianças em vez de animais!!! Como se eles não fossem seres vivos e tb criação de Deus...
    Como bem disse a Alice, quem geralmente usa este argumento não o pratica...
    Infelizmente, a ignorância ainda é grande. No meu condomínio, eu e minha mãe já fomos quase agredidas e viramos alvo de chacota só porque alimentamos os gatinhos que moram no play!!!!
    É revoltante e mesquinho...
    Gente assim deveria ter vergonha de se considerar "humano".

    beijos a todos que amam nossos felinos...

    Yanê disse...

    Absurdo!! acho que eles estão sofrendo todo tipo de preconceito desta sindica redicula! vou pedir a meu amigo São Francisco pra dar uma forcinha!!!

    Yanê disse...

    Absurdo estes meninos estão sofrendo todo tipo de preconceito desta sindica "familia tradição e propriedade" vou pedir ao meu São Francisquinho que os proteja!!!

    ReCriando disse...

    Essa síndica é uma toltal ignorante no que se refere a lei. Eles devem precessá-la e também o condomínio e exigir, inclusive, a mudança na convenção para que esta passe a ser CERTA.
    Lamentável...

    Mm's disse...

    (Primeiro, desculpa o comentário atrasado, só conheci o blog hoje...)
    Como se ter gatos fosse excluir a possibilidade de ajudar pessoas! Até quem tem bichinhos costuma ser muito mais amável com pessoas do que os que não têm. Lastimável ver que tanta gente ainda pensa que animais são coisas, ou que nós não somos animais também!